domingo, 8 de julho de 2007

Aprendendo a falar de Amor

Quem disse que já vivo tudo que escrevo?
Não sou hipócrita,
Sou um Espírito em evolução,
Ainda brigo, me enervo e xingo;
Da mesma forma sou xingado, às vezes humilhado,
Peço perdão, perdoou e às vezes sou perdoado...
Se alguém ler, essas singelas linhas,
Que escrevo de coração
E aprender algo,
Como os pequenos passos,
Para aprender a amar;
Com isso já vou me realizar,
O trabalho estará feito, não terminado,
Com o coração e o cérebro, ainda imperfeitos,
Mas com o objetivo já traçado,
Amar e pensar por si só,
Tudo, rumo, a evolução espiritual,
Estará encaminhado,
Andando mesmo cheio de dor,
Mas aprendendo a falar de amor.

Nenhum comentário: