domingo, 8 de julho de 2007

Compartilhando o mesmo caminho

Cadê você em meio às trevas terrestres?
Respirando outros ares?
Sendo levada por outras marés?
Na minha solidão,
Onde se solidificou
Logo no meu coração entristecido
Mas cheio de fé;
Porque quando acordo e abro os olhos,
É ela que me deixa de pé;
Vendo como se fosse um dia lindo de sol
Nos encontraremos naturalmente
Tudo combinado mais ou menos
Sem nunca ter existido o acaso;
É por isso que ando inconstante,
Mas não vacilante,
Porque posso mudar minha senda,
Até achar o seu ninho,
E me convidar para fazer parte da sua vida,
No recíproco carinho,
Evoluindo juntos no amor,
Compartilhando o mesmo caminho.

Nenhum comentário: