domingo, 8 de julho de 2007

Formação

Olhei esse momento que eu vagava,
Vibrante, rabiscando a porta trancada,
A lápis, numa sala de aula, e nessa porta,
Nenhuma letra se formava
A aula transcorria em ensinamentos,
Pro futuro glorioso,
Cheguei a pensar na morte,
Que nem mesmo existe;
E eu senti que continuo cada vez mais vivo,
Vivendo a vida e não sobrevivendo sem causas
E vendo que tudo que existe nela é marcante,
Desde a matéria falível até um simples sorriso,
Uma troca de olhar, que nos transformamos,
Em seres humanos atuantes,
Em Espíritos brilhantes...
Na causa comum do bem ao próximo que pensamos,
E atuamos de inicio e depois,
Cidadãos do Universo nos formamos.

Nenhum comentário: