domingo, 8 de julho de 2007

Pensar e pensar, emocionar, indignar...

Pensam alguns que a revolta me acompanha,
Logo ali, outros dizem que o ódio é meu conselheiro;
Mas digo logo, tudo isso na minha vida passou...
Respeito e às vezes indiferença ficou,
Natural aceitar a Lei de Causa e Efeito,
Para cada um de nós,
Mas com todo desrespeito político,
Pelo povo me resta protestar,
Com a indignação,
Dessa nojenta corrupção
De um ser pensante;
Que não se satisfaz só com o próprio conforto
E pensa no próximo, infortunado de toda a sorte,
Com o coração dilacerado
E com a corja dos desclassificados dos políticos
Com pena e desgosto,
Fico estressado,
No Brasil a pátria do Evangelho,
Fico, embora com fé, amargurado.

Nenhum comentário: