sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Desassombro

A trabalhar para bancos, finânceiras,
empresas de telefônia, convênios médicos,
cartórios, políticos, cargos públicos,
por exemplo agências do inss
(temos exceções de credibilidade é claro)
Visto que esse quadro,
só mudará em longo prazo,
na reforma íntima de cada ser,
deslumbrado com o poder e a ganância,
prefiro eu coçar o saco honestamente.

Um comentário:

Tiago Enes disse...

Oi Marcos.....
Passando só para fazer uma visitinha.
Achei o blog muito legal mesmo.
Muito interessante.
Parábens.
Continue Assim