sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Provação nossa de cada dia

O meu coração bomba sangue,
E derrama sangue, a sangrar...
Mudo de humor dez vezes ao dia
Depressão, ansiedade,
Tristeza, euforia,
Alegria, não tem idade...
Tudo isso, transtorno bi-polar
E passo por isso,
Há mais de uma década,
Provação nossa de cada dia
E minha fé aumenta,
O meu conhecimento do espírito vai embora,
Rumo a eternidade, com humildade...
Ainda pouco nervoso
Amor ao próximo, diminui a dor própria;
Evolução, futura verdadeira felicidade...
Mas ainda no físico
Que dor, na temporária, despedida,
Saudades.

domingo, 9 de novembro de 2008

Canto de Paz

Na pequena floresta de paz
Cai a chuva de verão,
Torrencial
E um dia todos verão
A luz sagrada,
Que nunca se desfaz.