quarta-feira, 22 de julho de 2009

Memórias 1979-2009

Acho que sempre fui medroso,
Mas cheio de fé...
Acho que sempre pensei que a vida fosse magia
E medo constante
Acho que sempre achei a vida boa
E vulgar ao mesmo tempo
Acho que sempre pensei que a vida fosse diversão
E aposentadoria
Acho que sempre pensei que a vida fosse amor de praia
E paixão de pária
Acho que sempre pensei em viver de rock
E tinha certeza que minha vergonha,
Impediria-me disso
Sonhos...
Acho que sempre pensei que a vida fosse sonho
E o pesadelo começou aos 15 anos
De verdade, soube que a vida era mais que isso...
Acho que sempre pensei que escola fosse o colégio (preguiça e certo ódio)
Escola é a Terra
Meu discurso era de caos, de auto destruição depois da humilhação!
Hoje é de revolução pacífica, espiritual, espírita...
Em meio ao um mundo de caos
E os remédios me salvaram, os tratamentos medicamentosos, terapêuticos...
E a terapêutica espiritual, estudo, fé com raciocínio...
Longe de nós o fascínio e a aberração do fanatismo
Insônia, e quem não tem!?; Ou teve!?
Dormir de manhã sem missão noturna,
Encontra-se seus fantasmas de inutilidade
A sabedoria nos diz que, só se tem vida verdadeira...
Sem vaidade, sem orgulho e sem maldade!
E o que nos resta no fim dos tempos chegados,
Da regeneração planetária é amor ao próximo e a caridade...
Eu preciso de caridade, preciso de trabalho profissional, oportunidade!
Porque a vida já me deu tudo de material, família maravilhosa e certa bondade...
Faço o bem que posso, e o resto vem por acréscimo de misericórdia...
O que me falta é manter meus cabelos compridos, (disso não abro mão)...
E conquistar o pão com o suor do rosto
Se ainda assim não conseguir,
Dedico minha vida só ao Evangelho do Mestre,
E a contestação política, escancarando os desatinos dos politiqueiros e não políticos!
Vontade...
Alguém me ajude!?
Vamos juntos com coragem!
O que falta no mundo é desinteresse de remuneração fácil
E acima de tudo VERDADE!!!

Nenhum comentário: