sábado, 12 de dezembro de 2009

Bruna meu amor



Bubu
Minha sobrinha linda!!!

Limãozinho do titiô

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Frenesi de consciência

Entramos num frenesi
Tomando bebida alcoólica
E por Deus nosso fígado não foi embora
Agora e sempre fomos viciados,
Em refrigerante de cola
Se foi o tempo de mesas de bares
E só no desespero,
Lembramos dos nossos altares
Inchamos de tanta podridão
E esquecemos da mudança de ares
Agora a vida é escolha
Pois já atingimos a maioridade
E nosso julgamento íntimo
É a nossa consciência,
Que nos acusa por qualquer “pequena” maldade
E lá se vai mais uma vítima
Da própria iniqüidade
Fugas de lazeres saudáveis
E agora não sabemos como sorrir,
Somente com o vento
O clima ta seco, ta quente...
E o que sobra é o terror dos ataques
De qualquer lado,
Mundo moderno de merda,
Competitividade e inimizade,
O que falar (...) Pobre, infante...
Humanidade.


Os políticos fizeram leis que se divorciaram da verdade e se casaram com a imoralidade.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

GO...

Vocês preferem roubar e ficar se embriagando...
Ninguém inventou a pólvora aqui,
Não vejo nenhum gênio ali
Políticos quem são vocês?
Acham que estão ganhando?
O jogo já começou errado, tudo é favor
E não ao contrário, a favor do povo
Ninguém sabe da própria vida,
Ninguém quer evoluir com a lida do dia-dia
E morremos pouco a pouco de missão mal começada
Remédios, comprimidos tomamos...
E ficamos menos aflitos
Escutando um som, de rock n´roll
Esperando a honestidade,
Peça rara na humanidade
Rumamos com nossos feitos,
Fazendo a nossa parte...