segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Perdendo o medo, a Evolução, só com o Tempo

A chuva cai,
Limpando a atmosfera
Dos miasmas densos
Que se formam,
Com as nossas formas – pensamentos
As lágrimas da natureza,
Despencam barranco afora, adentro
Passa o tempo,
Muda o clima,
Voa o vento
E através da evolução, crescemos
Perdemos o medo
E pouco a pouco,
Viramos herdeiros da Casa do Pai,
O Universo Inteiro.