sábado, 14 de fevereiro de 2009

Colapso Social de um comércio sujo

O açúcar vem da cana,
O adoçante do petróleo
As duas matérias-primas movem o seu carro
E os combustíveis já vem “batizados”, não raro...

O leite vem com “brinde”
Xixi de vaca,
Soda cáustica,
Água oxigenada

O cigarro, velho tabaco;
Além da nicotina
E do alcatrão,
Mistura-se naftalina

Os embutidos são feitos,
Com carne podre
Os serviços públicos e privados são lixos
Vários hospitais, açougues!

Telefonia móvel e fixa,
Planos de “saúde”,
Bancos e financeiras
Roubos “legalizados”
Ganham dinheiro,
Com o suor honesto,
De trabalhadores com salários mínimos,
Quase que pra sempre endividados

O roubo começa lá de cima
O congresso nacional é do Brasil,
A maior latrina

As almas estão vendidas;
Por qualquer quantia
Você é a próxima vítima,
De “qualquer” chacina
Que vira estatística.