quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Matéria condensada e etérea

Durante todas as épocas da humanidade
Os gênios usaram toda sua bagagem...
E os anjos complementaram com bondade
Para a realização da obra do Pai
No mundo de formas
E assim os homens evoluíram
Saindo das cavernas
E tudo continuou vindo das altas esferas
Nos passando e nos fazendo entender
Que a vida se faz com trabalho
E não em troco de bagatelas
Somos donos de muitos equívocos,
Por isso somos felizes na Terra
O único lugar que Deus conseguiu, pra nós,
Conforme a nossa evolução
Subindo e descendo ladeiras,
Pra que com o suor do rosto ganharmos,
O nosso pão, deixando a matéria menos condensada,
Mais leve etérea.