segunda-feira, 28 de março de 2011

Brasil non-sense

O esfomeado come pequeno(s)
Um pequeno se apóia num “médio”
“Um louco”, guiado por sofrida senhora,
Procura um médico...
Escoltados por dois grandalhões,
Estes já avisam:
Faltam médicos
(pensamento – nada inédito)
Enfim aparece um com olhar simétrico...
Falando - acabou meu plantão!
A senhora cansada fala:
Mas doutor, meu filho doente...
Este desiludido, com a falta de ouro, não atende e nem entende...
Fala de modo frio...
Esperem outro médico;
Trabalhei muito e não fiquei rico...
(mesmo jurando salvar vidas, sem “la plata”, esqueceu-se de ser ético)

quarta-feira, 23 de março de 2011

Se não tivéssemos o privilégio de sonhar, mesmo vivendo realidade feliz, seríamos tristes robôs.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Pudera

Pudera eu já ser perfeito...
Pudera eu já não chorar com a dor,
Com a dor no peito
Pudera eu já amar com desprendimento...
Pudera eu já sofrer e mesmo assim,
Sentir-me satisfeito
Pudera eu um dia, vir a ter tudo isso...
Mas se já vislumbro uma pontinha da eternidade;
Do que seja esta eternidade
Sou feliz, de um jeito diferente
Pois se não me vejo alegre todo o tempo,
Antevejo a futura felicidade,
Agora neste momento,
Enquanto esperançoso escrevo,
E do céu inspiração recebo...
E se nesse rastro deixo meus defeitos,
Estes são somente meus,
E para melhorar sempre, creia
Vida após vida não esqueço...

sábado, 5 de março de 2011

O que somos...

Não somos seres corporais, vivendo uma única existência terrena para Deus nos “julgar” após a morte. Mas sim seres espirituais, estagiando na carne, com livre arbítrio de ação, e após o além túmulo, nossa consciência, essa sim nos julgará se evoluímos, ou se estacionamos na erraticidade; Nossa “sorte” do que seremos, felizes ou infelizes, depende de nossas atitudes, mas creia, o sofrimento não é eterno, a felicidade sim; Quanto mais evoluirmos mais encontraremos alegria de viver seja no plano físico ou no plano astral.