segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Mamãe Clory Volta a Pátria Espiritual... clique aqui


Mamãe Clory
De seus bens materiais,
Fez o bem comum;
Dos filhos esquecidos,
Fez seus filhos do coração;
Dos orfaõs,
Fez cidadãos;
Da velhice desamparada,
Seus irmãos;
De seus mais de 90 anos,
Sempre serviu,
Em vez de ser servida;
Mamãe, que Maria de Nazaré, Mãe das mães,
Receba-te na Pátria Espiritual...
Porque ensinastes nós a sermos melhores...
É justo que volte para os anjos
E nós aqui ainda pregados ao chão,
Longe de ti, somos apenas Homens...
Mamãe Clory de coração embargado,
Escrevo eu estas linhas
Desculpe meu egoísmo!
É que ainda sou pecador pequenino!
Até sempre...
Um beijo no teu enorme coração!!!

(Foi uma honra ter sido voluntário na sua obra, obrigado pela oportunidade)

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Vamos tomar conta do nosso país

A cada livro que lemos, passamos pouco a pouco de comandados á co-comandantes da nação.

Já disse O Mestre Jesus: “Conhece a verdade e ela te libertará.”.


“Um livro aberto é um cérebro que fala;
Fechado, um amigo que espera;
Esquecido, uma alma que perdoa;
Destruído, um coração que chora”.

Voltaire – filósofo francês / Outros dizem que é um ditado indiano