segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Mamãe Clory Volta a Pátria Espiritual... clique aqui


Mamãe Clory
De seus bens materiais,
Fez o bem comum;
Dos filhos esquecidos,
Fez seus filhos do coração;
Dos orfaõs,
Fez cidadãos;
Da velhice desamparada,
Seus irmãos;
De seus mais de 90 anos,
Sempre serviu,
Em vez de ser servida;
Mamãe, que Maria de Nazaré, Mãe das mães,
Receba-te na Pátria Espiritual...
Porque ensinastes nós a sermos melhores...
É justo que volte para os anjos
E nós aqui ainda pregados ao chão,
Longe de ti, somos apenas Homens...
Mamãe Clory de coração embargado,
Escrevo eu estas linhas
Desculpe meu egoísmo!
É que ainda sou pecador pequenino!
Até sempre...
Um beijo no teu enorme coração!!!

(Foi uma honra ter sido voluntário na sua obra, obrigado pela oportunidade)

Um comentário:

Gislene disse...

Olá amigo,

Certa vez você perguntou se eu a conhecia, se lembra?
Infelizmente não tive a feliz oportunidade.
Tantos e tantos anjos se vão...
E o que fica para nós são seus exemplos de fé e desinteressado amor ao próximo.

Muita paz à ela e à você também.

Um abraço.