terça-feira, 10 de abril de 2012

Volitações


Sonho e desprendo-me do corpo...
E volito tanto...
Em Espírito viajo,
Sem que os pés toquem o chão
Como é bom!
Desperto feliz
É uma coisa natural,
Pra mim este exercício na espiritualidade...
Quando semi - liberto do corpo denso, pelo sono...
Não sinto orgulho,
Sinto satisfação natural
Do ensino, posso dizer que me sinto bem...
Se eu ajudo ou só viajo pelo Universo,
Não me lembro [...].
Só sei que, angústia não sinto...
É a realidade de estudo e aprendizagem...
Embora o Espírito, já sabe,
Cada regresso a Pátria Espiritual,
É lembrança, é recordação,
É reaprendizagem...
Volitar é o exercício “físico da Espiritualidade”...

Nenhum comentário: