quarta-feira, 25 de julho de 2012

Timão e lusinha 2012

video

Fomos rever os Campeões da América e o nosso velho ídolo Dida na lusinha...

Vai Curintchá!!!


Bubu e Naty


Bubu meu queixinho
Naty meu cachinho
Bubu minha branquinha
Naty minha loirinha
Bubu meu limãozinho
Naty minha laranjinha
Bubu minha costelinha
Naty minha barriguinha
Bubu tem 5 aninhos
Naty tem 2 aninhos
Meus dois amores
Titiô ama vocês
Eternamente
Pelas duas dou meu coração
Meus dois anjinhos.

Matéria do jornal Agora SP de 2012




Em minha opinião de espírita estudioso
Este novo planeta descoberto no sistema solar
É provavelmente, onde os terráqueos
Que não se regenerarem, serão exilados,
Neste 3º milênio;
Quando a Terra já passa pela sua transformação
De planeta de provas e expiações, para
Um planeta de regeneração...
Como há milhares de anos atrás os Capelinos,
Foram exilados na Terra...
Sendo o Brasil segundo os Espíritos Superiores,
A Pátria do Evangelho, coração do mundo
Não me espanta que um astrônomo brasileiro,
Tenha descoberto... =)   


Outros Pensadores

“Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face em todas as épocas da humanidade”.

Allan Kardec



“Se o ensino moral fosse discutido as religiões teriam alias, encontrado nele a sua própria condenação, porque a maioria delas se apegaram mais à parte mística do que a parte moral que exige a reforma de cada um”.

Allan Kardec


“Se não posso realizar grandes coisas, posso, pelo menos, fazer pequenas coisas com grandeza”.

J. F. Clarck


“Quando o ardor da minha palavra persuasiva do abismo obscuro do erro retirou tua alma, profundamente degradada, e quando cheia de uma dor atroz, torcendo os braços, mal disseste o vício, o vício que te havia fascinado, quando a tua consciência castigando, a existência passada renunciaste, e escondendo em tuas mãos teu rosto, de repente cheia de horror e de vergonha, tu choraste...”

Nekrássov


“Se todos os livros sagrados, de todas as religiões, tivessem se perdido, e só restasse
O Sermão da Montanha de Jesus, na verdade nada estaria perdido”

M. Gandhi



“Uma vida que não é pensada, não é digna de ser vivida”.

Sócrates


“A esperança é quando a dor presente nos faz tentar outra vez.”

Chico Science



“O Homem vive um grande conflito, o arrastamento animal pelo corpo; E a aspiração espiritual pela sua consciência.”

Roque Jacinto (livro: Reencarnação)



 

Sem falsete querida


Estamos de volta amor
Estamos a fim de diversão
E não sem antes o controle da dor
Podre é o “des-governo”
Mas estamos fora do perigo
Querida não se preocupe
Estamos apenas versando o que é a vida
Estamos de volta amor
De onde nunca saímos

Isto se chama rock ´n roll meu amor
Desta vez estamos cantando
Cantando sem a vergonha,
De um apetite talentoso
A revolução jamais acabou
Só a moda acéfala cegou
Tudo ficou por um tempo cinza
De inverno longo de tristeza

Sem falsete querida
Sem falsete seu trouxa
Sem falsete de condomínio
Sem falsete de zona também
Agora não,
Talvez mais tarde (...)
Nunca faltará luta...
Minha linda luz divina...
 

Quase creio escrevo

Eu escrevo assim, tão feliz...
Mas não passa disso amor [...]
E quando me olho no espelho
Dou graças a Deus,
Por ser perfeito
E ao mesmo tempo,
Me mal digo,
Por achar-me feio
Mas não tão,
De vez em quando creio [...]

Tenho ainda



Eu tenho simplesmente pânico,
E o que posso fazer!?
---- Com isso se a vida é eterna,
E sofreremos mais ainda...
Que os bois que vão pro abatedouro
Quem os leva lá!?
Somos nós mesmos
E se sofremos,
Porque ainda insistimos em comê-los?

Esqueça-te e lembra-me


Cobra-me os meus deveres,
Se faltar-te com eles...
Mas cobra-me mais ainda os meus direitos,
Se deles esquecer-me...
Pois encontrarei em ti,
O cidadão mais digno do mundo,
O justo...

Flores sem cor

Tomando uma coca
Na beira da estrada
Escrevendo um poema
Compondo um rock ´ n roll

De alegria e tristeza
Finda à tarde
E a sombra desce,
No começo da noite escura

E minha alma no meio do caminho
Fica obscura
Frente ao corpo denso
Que resiste a pesadelos
Flores sem cor [...]

Agora tudo é cinza e colorido
Nada é mais nosso
Percebemos que nunca foi
E nos resta à vida falsa
Vida esta que se foi...

Algum dia

Trago no meu rosto
A paz e a doença
De 90% do todo
A doença de ter de reencarnar novamente neste globo (...)
E ao passo que só sentir paz,
Sentirei a santidade,
Ao meu redor
E a iluminação em meu coração
E a sensação da realidade eterna
E a falência do que foi um dia,
E amanhã será a lenda da imaginação.



“Nascer, viver, morrer, renascer ainda, tal é a lei”.

Allan Kardec