terça-feira, 4 de setembro de 2012

Garganta ou provérbio!?



Haverei eu de ser e já sou
Alguém de coração
Bom em ajudar
E mau em receber algo
Serei a palavra certa
Vasta de moral e conhecimentos
E serei a palavra perversa que ataca
A pilastra que sustenta o sofrimento
E a lágrima que cai em desalento
Serei eu o sorriso feio e forçado
Mas verdadeiro
A transmitir paz as dores alheias
Serei eu operado espiritualmente
E não conseguir manter-me
100% em bons pensamentos
Serei eu a pedir ajuda,
E ajudar a pátria do Evangelho
Serei eu garganta ou provérbio!?
E quando retornar a Pátria verdadeira
E souber que evoluí 0,001%
Beijarei as mãos dos Mentores de Luz
Ao Mestre Jesus,
Meu reconhecimento eterno...