sexta-feira, 4 de abril de 2014

Todos

Despertos da ilusão
na cama com colchão sujo
acordamos em quarto de sombras e sexo vazio
puro prazer
energias descarregadas
sóbrio, sombrio
aliviado, sem felicidade
ao amanhecer...
morreremos de tristeza,
quantas vezes precisar
e quando o céu, dentro de nós nascer,
estaremos livre,
da matéria, do mundo de formas
livres, luz seremos
livres de reencarnar
amaremos...

Nenhum comentário: